Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Brainstorming 2.0

Um blog que é basicamente um consultório de um psicólogo onde se fala de tudo sem restrições ou medos.

Brainstorming 2.0

Um blog que é basicamente um consultório de um psicólogo onde se fala de tudo sem restrições ou medos.

Dúvidas existenciais

   Apesar de já ter arranjado emprego (embora seja apenas temporário por ser uma substituição de licença de maternidade) e de ter tido uma má experiência na área da Psicologia, por vezes dou por mim a ver ofertas de emprego em Psicologia.

   No mês passado vi um anúncio para uma bolsa universitária para mestre em Psicologia e como cumpria os critérios de selecção decidi tentar a minha sorte. Há umas 2 semanas recebi um email a dizer que tinha passado à fase seguinte, ou seja que não tinha sido excluída, mas não contei a ninguém. Hoje recebi um email com a lista final das colocações: fiquei em último lugar. 

   É difícil não levar isto a peito. É complicado ter esperança de que um dia vou conseguir evoluir na minha vida profissional. É quase impossível não criar expectativas, por muito que tente, que depois são desfeitas em meros segundos.

   Por isso não contei a ninguém. A desilusão de eu saber já é suficitente, dispenso ter de reviver isto uma e outra vez quando contasse a outras pessoas. Até porque quem me é mais próximo incentiva-me a não desistir e a continuar à procura de algo na minha área de formação, mas a dor das rejeições é tão grande que por vezes prefiro nem tentar. Se faz sentido? Talvez não, nem me considero pessoa de desistir facilmente. Mas há momentos em que para proteger a auto-estima e a auto-confiança que me restam, não tentar é o melhor a fazer.

11 comentários

Comentar post