Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Brainstorming 2.0

Um blog que é basicamente um consultório de um psicólogo onde se fala de tudo sem restrições ou medos.

Brainstorming 2.0

Um blog que é basicamente um consultório de um psicólogo onde se fala de tudo sem restrições ou medos.

A alegria de ter a casa limpa

 

   

    Por aqui costumamos limpar a casa uma vez por semana, vamos limpando umas coisitas durante a semana mas há sempre um dia onde limpamos a casa de uma ponta à outra. E sinto uma grande satisfação quando vejo a casa limpinha.

   Satisfação essa que dura muito pouco porque com um gato em casa há sempre sujidade. Por exemplo, há pêlo em TODO o lado! É incrível como o pêlo se entranha em qualquer lugar. Faz lembrar aquelas vezes em que se vai à praia, nos limpamos o mais possível antes de vir embora, tomamos banho assim que chegamos a casa e mesmo com todos os cuidados, encontramos areia nos locais mais estranhos durante os 3 dias seguintes. Com o pêlo é a mesma coisa, limpamos a casa e passados 5 minutos vemos tufos de pêlo a voar.

   Já para não falar no facto que o nosso gato não aprendeu a limpar as patas depois de ir fazer as necessidades. O gato dos meus pais é fantástico nesse aspecto, sai da caixa de areia com as patas limpinhas. No caso do meu gato, mete a areia para fora da caixa e traz tanta areia nas patas que nós conseguimos fazer uma reprodução fiel do trajecto que ele fez apenas seguindo os vestígios de areia. Provavelmente está relacionado com o facto dele ter sido abandonado relativamente cedo e nunca ter aprendido com outros gatos a usar a caixa de areia.

   Para mim, que sou de certa forma maníaca das limpezas ao ponto de um dia desta semana estar a fazer exercício em casa e ter reparado num tufo de pêlo debaixo do sofá e ter parado tudo para ir limpar aquilo, isto é um treino. Para quê? Para quando tiver filhos. Porque se há coisa que as pessoas me dizem é que depois de ter filhos, a casa nunca mais volta a estar num estado imaculado. E considerando que queremos ter filhos mas a situação actual ainda não o permite, vamos-nos já habituando a determinadas coisas.

Imagem retirada do site Cattime.com